MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça.

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça e estimadas em R$ 12 milhões
por: FABIO CYPRIANO – CRÍTICO DA FOLHA

“É de matar”. Tadeu Chiarelli, o diretor do MAC-USP (Museu de Arte Contemporânea da USP), não se conteve e soltou um palavrão ao receber quatro obras do artista Alfredo Volpi (1896-1988), depositadas em comodato no museu, na última segunda (7/10).

Apreendidas pela Justiça, no final do ano passado, as pinturas, estimadas agora em R$ 12 milhões, permaneceram na antiga casa de Volpi, onde atualmente reside sua neta, Mônica Volpi. No entanto, por iniciativa do Instituto Alfredo Volpi de Arte Moderna, elas foram transferidas para o museu.

“Solicitamos à Justiça essa medida porque as obras estavam em um local sem seguro e sem preservação adequada”, disse o advogado Pedro Mastrobuono, pelo Instituto.

Há cerca de um mês, no dia 4 de setembro, os herdeiros do artista se reuniram com a juíza Vivian Wipfli, responsável pelo espólio do artista e, por consenso, aprovaram a transferência. A Folha acompanhou, com exclusividade, a abertura das embalagens com as obras no MAC.

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça

MAC-USP recebe telas de Volpi apreendidas pela Justiça

 

Comments ( 0 )